quando a tinta cobre a pele ela não se torna apenas parte da pessoa, ela ajuda a definir a identificar a pessoa. a pergunta que “Under My Skin” faz é: quais são suas tintas, o que tem na sua pele? em um mundo com tanta pressão estética para padronizar o feminino as tintas entram nas profundezas da pele para diferenciar e soam como um grito de individualidade.

esse é mais um projeto sobre pele, como o constelações, sobre auto-afirmação e identidade, e sobre o feminino! e você, qual a sua tinta?

Menu
× Chama no Whats!