fotografia documental de família

um dia, pra sempre

pode chamar de máquina do tempo, mas também pode chamar de uma forma de guardar amor em uma caixa. um dia, pra sempre é exatamente isso: um dia comum, da rotina da família transformado em imagens e guardado pra sempre.

o que é?

Imagine um dia da sua infância, guardado, inteirinho, em um livro ou em uma caixinha para você, sua família, seus filhos e netos verem e reverem, pra sempre. Essa é a idéia das sessões de fotografia documental de família “Um dia, pra sempre”. muito mais do que um álbum de recordações, “Um dia, pra sempre” é uma cápsula do tempo, que vai guardar com todo o amor cada gesto, cada sorriso, (e claro, cada choro) de quem era pequeno e já cresceu, porque o tempo passa rápido demais para que possamos acompanhar. Às vezes a gente precisa pará-lo para poder apreciar (e relembrar).

para os pequenos

Quando saio de casa para contar uma história, minha intenção não é contar aos pais ou avós e sim para aquela criança. Fico imaginando como vai ser quando esse pequeno ser olhar pela primeira vez essas fotos e conseguir sentir novamente todo o amor que recebeu durante a infância.

É exatamente por isso que o nome é fotografia documental de família: é uma fotografia com o objetivo de documentar, de relatar, contar a história da forma como ela acontece, com o máximo de riqueza de detalhes e o mínimo de interferência do fotógrafo.

É exatamente o tipo de lembrança que eu gostaria de ter da minha infância, e tenho certeza que você também gostaria. Então porque não dar isso aos seus filhos?

quanto tempo?

As sessões Um Dia, pra Sempre podem ter durações variadas, desde um fim de semana durante as férias, ou um dia comum, inteirinho desde a hora de acordar até o sono não dar trégua ou mesmo sessões menores, de um período do dia: o que vale para a fotografia documental de família é a forma e não o período.

uma sessão newborn, mas diferente

Para famílias que acabaram de ganhar bebê e preferem guardar memórias de como foram esses primeiros dias de cuidado tem as mini-sessões de 2 ou 3 horas que mostra a primeira rotina do bebê (e da família): acorda, mama banho, troca e dorme de novo.

um dia por ano

Minha sugestão é guardar na estante um dia por ano, pelo menos dos primeiros 3 ou 4 aninhos, pois esses anos passam sem que a gente nem perceba! E é ai que a gente consegue entender a importância da fotografia documental de família. (sem contar que os álbuns em 1 volume por ano vão ficar LINDOS na estante!!!)

Menu